Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

(O Desporto ao longo dos tempos) - Continuação 3

Idade Média 

 

Os cavaleiros eram filhos de nobres e começavam a aprender a lutar aos 7 ou 8 anos. Ajudavam-nos a cuidar das feridas, aprendiam a polir o escudo, o elmo e a espada.

Um cavaleiro tinha de ser um lutador experiente em matéria de cavalos e de armas.

Tomava parte em corridas, lutas de mãos livres e lutas com um pau.

Para se preparar para os torneios e combates aprendia a galopar em direcção a um manequim de madeira espetando-lhe a lança. O manequim estava apoiado num pau sobre um parafuso. Quem não atingia com a lança o manequim levava com o pau nas costas.

Nos tempos livres os cavaleiros faziam torneios, em que visavam simular lutas entre cavaleiros, ou seja, eram combates amigáveis.

Os torneios eram organizados no recinto dos castelos.

O combate mais apreciado nos torneios era a justa (consistia em dois cavaleiros que investiam um contra o outro tentando derrubar o adversário.

Mas um dos desportos mais apreciados na Idade Média era a falcoaria.

Agradava tanto aos homens como ás mulheres.

Os nobres tinham os seus próprios falcões.

Os falcões eram treinados pelos falcoeiros para caçar aves e pequenos amimais.

A caça era o desporto mais apreciado pelos nobres na época, pois até os reis iam a caça.

Os homens caçavam no campo em torno dos castelos, nas florestas e nos matagais.

A caça exigia grandes esforços físicos.

Em que uma das razões pela qual os homens caçavam era porque nessa altura a criação dos animais estava pouco desenvolvida e a caça fornecia alimentos.

Outro dos desportos era o xadrez e pensa-se que tenha chegado á Europa através de mercadores árabes.

Era jogado pela nobreza.

As peças deste jogo referiam a importância dos grupos sociais desta época. Por exemplo, os cavalos podiam referir-se aos nobres que combatiam a cavalo.

O xadrez surge em Portugal no século XIII, quando Portugal foi reconquistado.

 


publicado por modalidadesconcelho às 12:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 9 de Dezembro de 2007

(O Desporto ao longo dos tempos) - Continuação 2




Romanos

 

As crianças Romanas brincavam com arcos, andavam às cavalitas e jogavam ao berlinde de vidro. Brincavam também a jogos com bola, de tabuleiro e ao “jogos de ossos” que era uma espécie de jogo de dados.

O tempo livre dos Romanos era aproveitado para ver as corridas de bigas, trigas e quadrigas. Ocorriam no Circo e eram alvo de apostas.

As corridas eram perigosas, mas apesar disso haviam muitas pessoas que participavam na esperança de poder enriquecer facilmente.

As bigas como o nome indica eram carros puxados por dois cavalos, as trigas por três e as quadrigas por quatro. Os condutores dos carros chamavam-se aurigas.

Nas corridas só podiam participar até 12 jogadores que percorriam 7 voltas que no total perfaziam 8 km.

Os carros eram feitos de madeira, leve de forma a atingirem maiores velocidades.

Nem sempre as corridas corriam bem, por vezes haviam lutas por causa do vencedor.

Aos cavalos que venciam a corrida era-lhes cortada a cabeça que era exposta na Via-sacra em honra do Deus Marte.

Mas a maior atracção romana eram os combates entre gladiadores. Pensa-se que tiveram origem religiosa, mas durante o Império Romano passou a ser um desporto sangrento que a maior parte das pessoas gostava.

Antes do combate os gladiadores saudavam o imperador e assim começava, acompanhado por uma música.

Podiam haver combates individuais, a pares ou grupos simultaneamente.

Se um gladiador fosse ferido pedia misericórdia.

Algumas pessoas desejavam ser gladiadores, pelo que até haviam gladiadores voluntários, mas na generalidade os gladiadores eram escravos e criminosos que eram treinados em escolas especiais.

Se perdessem eram mortos, mas se ganhassem podiam ser libertados.

O imperador ouvia a opinião da multidão. Se a multidão gostasse da luta, o gladiador era poupado, se não, os assistentes punham o polegar para baixo e o homem era morto.

Haviam vários tipos de gladiadores, cada um tendo as suas armas e métodos de luta.

Os gladiadores usavam capacetes para proteger a face e escudos para se protegerem a si próprios. Haviam escudos mais fracos e mais fortes e eram sempre polidos.

Cada gladiador tinha a sua própria arma, alguns tridentes e redes, outros tinham apenas uma adaga curva e um escudo pequeno.

Os capacetes eram feitos de bronze.


publicado por modalidadesconcelho às 14:09
link do post | comentar | favorito
Sábado, 8 de Dezembro de 2007

(O Desporto ao longo dos tempos) - Continuação

Gregos

 

Diz-se que quem inventou os Jogos Olímpicos foi Hércules para unir as cidades gregas que estavam isoladas.

O seu objectivo era preparar os jovens para a guerra.

Eram feitos em Olímpia, em honra de Zeus, de 4 em 4 anos em Julho.

Nos Jogos Olímpicos não podiam participar bárbaros nem mulheres. Apenas os bravos homens que fossem de nacionalidade grega. Durava 6 dias. No primeiro dia os atletas e os juízes faziam orações a Zeus e nesse mesmo dia faziam-se sacrifícios a Zeus. Do segundo ao quinto dia realizavam-se corridas de carros, corridas a cavalo e outras provas. No sexto dia faziam-se banquetes e entregavam-se os prémios aos vencedores.

Os vencedores recebiam coroas de oliveira e a partir dessa altura passavam a ser considerados heróis.

No estádio, realizavam-se as provas de corrida, luta e pentatlo (conjunto de 5 provas realizadas por um atleta.

No hipódromo (era uma especialidade do estádio com uma arena onde se realizavam as corridas com animais) faziam-se corridas de carros e corridas a cavalo.

O mais popular dos desportos gregos era a corrida. Esse desporto consistia em vários gregos a correr uns contra os outros, descalços em pista de areia.

Haviam várias distâncias: simples (o comprimentos de um estádio com 200m); duplas (2 estádios); e a corrida longa (24 estádios ou 4000m).

Para preparar os exércitos os gregos tinham uma corrida com armaduras. 

Os gregos davam grande valor á luta, pois este desporto exigia uma combinação de força, flexibilidade e presença de espírito. Em que o objectivo era estender o adversário 3 vezes no chão.

Os gregos também praticavam boxe, nesse desporto a cabeça era protegida por capacetes de bronze, porque os punhos dos competidores estavam armados com uma tira de couro e metal.

Também tinham uma combinação de luta e boxe, o Pancration, o objectivo era agarrar e agredir o adversário, apenas não se podia morder.


publicado por modalidadesconcelho às 18:39
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

O Desporto ao longo dos tempos

Desde que o Homem se tornou sedentário diminuiu a sua actividade física.

Por isso, desde cedo o Homem inventou actividades que, ao mesmo tempo que serviam de divertimento contribuíam para aumentar a sua destreza física.


 

 


Egípcios

 

No Egipto os desportos favoritos das raparigas eram os jogos onde se aplicava o uso de bolas.

Esses desportos consistiam em mandar uma ou mais bolas ao ar em várias posições (de pé, ás cavalitas e dando saltos). Essas bolas eram feitas de barro, com sementes dentro para chocalharem.

Também haviam jogos de tabuleiro, como o jogo do Zenet e da Serpente.

O jogo do Zenet era um jogo que simbolizava a luta contra as forças do mal. O jogo tinha 34 quadrados, alguns eram “casas de bónus” que davam algumas facilidades aos jogadores. Jogava-se com dois conjuntos de fichas (peões), em vez de dados e haviam pauzinhos que eram lançados.

O jogo da Serpente era uma espécie de jogo da glória. O nome deste jogo deve-se ao facto do tabuleiro representar uma cobra enroscada e com cabeça no centro. Em que o objectivo do jogo era atravessar todo o tabuleiro e chegar ao centro.

As fichas deste tabuleiro eram de forma esférica e tinham escrito o nome dos faraós do Egipto.


 


Desde já informamos que os próximos posts vão seguir este título ;)


 

Andre Casqueira, Diogo Lima, David Praia


publicado por modalidadesconcelho às 19:35
link do post | comentar | favorito
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Opiniões

Visto que já vamos no nosso terceiro post, queremos que saibam que a vossa observação como críticos conta muito. Por isso pedimos que dêm opininões e sobre o blog e propostas para o mesmo. Isto alarga-se até aos objectivos do trabalho. Comos sabemos que quanto mais criticas forem recebidas mais se melhora o nosso trabalho, queremos, então, uma ajuda para tornar o nosso projecto um tanto melhor.

Agradeçemos a cooperação de todos.


publicado por modalidadesconcelho às 23:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.Orgulho Português.

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Site MODALIDADES CONCELHO...

. O nosso Website

. O que é uma Modalidade De...

. Caracterização da Prática...

. (O Desporto ao longo dos ...

. (O Desporto ao longo dos ...

. (O Desporto ao longo dos ...

. O Desporto ao longo dos t...

. Opiniões

. Objectivos do trabalho

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.Links úteis

.Tradutor

Traduzir para o Inglês
SAPO Blogs

.Visitantes:

motos
motos